Percursos



São diversos os percursos que têm sido feitos, mas infelizmente a documentação sobre os mesmos é muito pobre. No entanto, temos alguns conhecedores do terreno que são capazes de organizar percursos consoante o desejo dos caminheiros envolvidos.

Estes percursos são muito interessantes pois decorrem normalmente num ambiente terra-água podendo fazer-se observação da fauna autóctone (especialmente plantas e aves).


Observação de aves

Entre Mora e Coruche estende-se uma das maiores e mais bem
conservadas manchas florestais do país. Esta é uma zona de excelência para observar aves florestais. Aqui existem dois tipos de habitat principal: a mancha florestal, composta por um misto de sobreiros e pinheiros, e as galerias ripícolas da Ribeira do
Divor e da Ribeira da Fanica. A quase inexistência de habitações humanas e de estradas asfaltadas faz desta uma zona particularmente tranquila, bastante propícia à observação de aves.

Esta é uma das melhores zonas para ver o rabirruivo de testa branca, que aqui é particulamente comum. Outras espécies que podem ser vistas nesta zona incluem o picapau galego  e a felosa de Bonelli além diversas espécies de chapins e trepadeiras.Outras aves que podem ser observadas são a coruja do mato, a felosa iberica, a felosa poliglota e o rouxinol comum.

(texto retirado do site www.avesdeportugal.info)



Referências